25/03/2009

o medo e a promessa

photo by gabriella paulina on flickr


na noite. na minha. noite lua nova. rodopio medos. emoções esquecidas no tempo de escola

sou eu? eu quem teme. quem treme de um frio que nem mesmo há? sou eu esta agora. a mesma. a de ontem?

que foi que me fiz? onde está força de desfazer muros? com o gesto exacto. verso vendaval?

ah! serão as dores... terá de ser isso. não medo da morte. essa é minha amiga e sabe que a espero

de braços estendidos. de sorriso aberto. sem mãos a tremer.

sim. as dores que tolhem e trazem o medo de que tu não saibas. de que tu não creias.

espera um pouco mais. todas as dores passam e eu corro para ti

corro para cumprir o que sem falar. olhos nos teus olhos. sei que prometi e esperas de mim

10 comentários:

aDesenhar disse...

:-)
assim está melhor
já posso comentar!
bem me parecia que era apenas um
intervalo.
espero que encontres a tal força para desfazer muros, sem medo
e sem promessas.
:-)
saude qb
bjs madalena

Madalena disse...

Obrigada pela visita, Adesenhar.

Sabes, é bem verdade que os adultos quando adoecem regridem. Ficam crianças.

As dores hão-de passar e o medo esse eu derrubo de seguida.

Um beijinho, Amigo.

gabriela rocha martins disse...

redescobre.se a MULHER
e tudo retoma o seu lugar rítmico

( aqui sinto.me.te como o peixe na água )


.
um beijo

tulipa disse...

As promessas são para cumprir!
um abraço
tulipa

della-porther disse...

Conheço a Força desse Rio(s).

Bom voltar a essas águas.Lêr à sua beira.
Pouso um beijo e um forte abraço.

sua afilhadinha

emmy della-porther

Teresa Durães disse...

às vezes as promessas... difíceis. por isso não prometo :)

beijos mana

della-porther disse...

Voltei!

Ainda "meio" devagar, mas estou voltando pra minha/a Cidade de todos nós.
És sempre bem vinda.
Obrigada pelo carinho lá deixado.

Sabias que: "onde nasci passava um rio"?

beijos carinhosos

emmy della-porther

gabriela rocha martins disse...

para deixar um beijo

e

bom fim de semana

alice disse...

fico contente por saber que já está melhor, madalena :) ainda bem que os rios voltaram a correr. um grande beijinho.

Madalena disse...

Obrigada a todos.
Os rios correm mais como riachos no verão que como rios de inverno mas tudo há-de voltar ao seu lugar.
Saúde paz e... trabalho para todos. Bjs.