30/03/2009

o último sorriso

"fragmento" foto de Marco Bragança


em meio ao deserto da vida de agora

quebrada. perdida. pedaço de mim

não espero. não busco os restos que tive

e me davam forma - concha de criança segurar na mão

como coisa boa para guardar de noite. baixo à almofada

a escutar o mar até vir o sono -


não me quero inteira. a inteireza dói e eu cansei de dor.


prefiro-me assim. fragmento informe. bocado de nada

que o vento e as marés tornarão areia de tanto o rolar.


depois sim. depois serei mais um grão que ninguém verá.

Cristo voltará a este deserto e eu, serei do chão que ele pisará

e quem sabe então. pela última vez, num instante breve, sorrirei

feliz!


6 comentários:

gabriela rocha martins disse...

tchiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, quemadre

escrever assim não vale!


.
um beijo ,Miga!

Madalena disse...

tchiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii,exagerada quemadre!

A tua sorte é que eu cheguei do médico da "saúde nacional" onde estive desde as 10 h até às 15 e 30 e nem força tenho para discutir contigo.

Isto nã é escrita, amiga, é só vontade de escrever.

Beijinho e obrigada. :)

della-porther disse...

Madalena

Nesse "breve instante" a tua escrita,tua simplicidade é lição que vale.
Assim vamos aprendendo a força que uma vontade tem...até para um "último sorriso".

É isso amiga.

um beijo no ar do Outono.

Emmy Della-Porther

jotabloguer disse...

OLá Madalena! A Vida é mesmo assim, nunca perfeita! E porque será que estamos sempre em busca da dita?
Não será melhor vivermos com um sorriso nos lábios, msemo que a vontade seja outra?
Um bom dia!
Jorge

Tchi disse...

Desejo que a vontade de escrever, a seu tempo, se torne sempre a escrita que já é.

Cuida-te muito.

Beijinhos.

Madalena disse...

Obrigada Emmy, Jotabloger, Tchi (um resistente...):)

Vontade de escrever eu sempre hei-de ter. nasci com ela. Daí ao conseguir...é passo de gigante.

A vida, O dia-a-dia obrigatório, porque não aprendi a viver sem comer, vão-me matando cada vez mais a limpidez de olhar, a paz, a dignidade até.

(Que vontade de bater em Gaiatos promovidos a adultos com poder!)

Mas com isto, os bloggers não têm nada a ver.

Fui.

Obrigada.

Bjs.

Madalena