26/04/2009

coisas de pó ao Vento

dust, originally uploaded by …Jæja.

da minha experiência de vida. ainda a tentar sintetizar:


há quem se cerque de gentes erradas por razões certas

daí que não escute as pessoas certas por... razões erradas.

15 comentários:

jotabloguer disse...

OLá Madalena! Obgª pela visita! Mas muitas vezes não enxergamos o óbvio, não senhor, andamos envolvidos nas nossas fantasias...só mesmo o Sherlock...é quase como ´25 de abril, é obvio de está muito debilitado e mal cuidado por muito "boa gente"...
Um bom dia para Ti!

simplesmenteeu disse...

São sempre os outros a ver o que está na frente do nosso nariz. Mais ainda, quando vemos o mundo pela lente da emoção.

(...há homens que sabem de ninhos, há mulheres que sabem da sua construção e sabem esperar o nascer dos pássaros)

Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
sou a essência da ingenuidade,
penso que os outros são a
extensão da minha transparência,
o erro habita em mim, porquê ???
,
conchinhas,
,
*

Teresa Durães disse...

já houve um tempo em que sintetizava. depois descobri que nada me adiantava. aprender com o passado? talvez, mas para quê? Não concorro a santa e decidi ficar-me incompleta

pin gente disse...

fico contente por te voltar a ler.
beijo
luísa

Oliver Pickwick disse...

Cartesianismo puro! Mais verdadeiro, impossível.
Há quanto tempo, hein amiga? Bom "vê-la" outra vez.
Um beijo!

gabriela rocha martins disse...

nunca estive tão de acordo contigo como hoje ,quemadre

( e é por estas e por outras que ,por mais que tentes terminar este teu rio ,não podes ,não deves e não dá ... é ÚNICO! )

.
um beijo

A.Tapadinhas disse...

O pior cego é aquele que não quer ver...
Por mim, gostei de voltar a navegar neste rio...
Beijo.
António

so lonely disse...

nas nossas vidas tentamos todos os dias.

conseguimos por vezes.

e nem sempre sabemos...

mateo disse...

Para já... que bom reler-te!

Gentes e razões certas e erradas...
Só depois de aberta a melancia!
E que tristeza quando a melancia nos sai abóbora! Ainda se fôssemos porcos e pudéssemos pegar a gripe porcina a todos os cretinos... mas só_cretinos!
Beijos.
Ah... Bem-vinda!

contradicoes disse...

Venho retribuir e agradecer a sua visita bem como os comentários que simpaticamente deixou. Muito interessante esta reflexão que traduz a realidade do nosso dia-a-dia.

Tchi disse...

Hoje tenho que deixar-te, sem falta, um abraço terno.

Porque sim.

E bem merecido.

simplesmenteeu disse...

Porque gostei, voltei

e deixo um abraço,
em compasso de espera

Madalena disse...

Obrigada Amigos. Nunca pensei que ainda houvesse tanta gente por aqui.

Beijos sem gripe das aves ou das gentes ou dos porcos ou A... tanto faz.

Amigos estão aí. Haja o que houver. :)

gabriela rocha martins disse...

precisei de re ler.te

hoje mais do que nunca......


.
um beijo