25/07/2008

tempo perdido recuperado

photo by George Koutsilieris


repenso-te.

tenho andado meio afastada de ti. não porque queira. não porque não te sinta ou te sonhe. só porque há muita gente a querer tirar-me a paz. nada de novo. foi assim desde sempre. incomodo só por respirar.

perdi muito tempo a perguntar-me e a outros o porquê dessa sanha. se eu só queria viver sem interferir com a vida de ninguém. respostas? houve. e iam sempre dar ao mesmo: - a tua independência fere os inseguros.

- e eu com isso? - pensava e seguia caminho. era jovem e isso era-me fácil. hoje ainda é. o que passou a ser difícil foi dar a outra face. quando muito, ainda uso luva de renda na hora de retribuir. mas retribuo.

tanta hipocrizia, meu amor, tem assolado estes tempos que vivo! conseguirei manter a luva sem que ela se rasgue. se insistirem? duvido.


pronto. desabafei. ao diabo as criaturas do diabo! ao diabo o novo-riquismo cultural de gaiatos sem história e sem educação (onde a perderam? tinham!).


o que de facto me aborrece é o tempo que perdi a não pensar em ti.


mas vou contar-te.



by tinyfishy


ontem. a descabida hora e pensamento. as tuas asas passaram pelo meu cérebro. roçagaram quase com som de brocado em vez de seda. sorri. deixei o que estava a fazer. olhei para o lado. eras tu. foi um instante silencioso esse de me surgires assim. do nada. ri . não nos venceram.


confesso. mais uma vez me deixaram a sensação de só ter perdido um precioso tempo (todo o tempo se é pouco já, é precioso).


guardei a luva de renda na gaveta das fotografias que não quero ver e saí para a rua. sorria.


sorria-te.


são as asas dos que me amam ou eu amo que sempre me devolvem o voar.


bom fim de semana. sê feliz!



17 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
rendilhadas
asas dos amores
regeneradoras
do meu voar,
,
aladas conchinhas,
,
*

Suzana disse...

Saber voar não é só para passaros e anjos
Os poetas também voam
Como vocE

bjs

Klatuu o embuçado disse...

Muito bonito, sábio e comovente.

Beijinhos.

Paradoxos disse...

ja sou teu fã!!!!

Madalena disse...

Obrigada amigos pela presença e a simpatia. :)

Paradoxos,fã de quê? de desabafos?

Bjs. BFS

TINTA PERMANENTE disse...

Solilóquios de um rio sem igual...

abraços!

jorgeferrorosa disse...

Muito belo este espaço. Cinco estrelas. A música é mesmo de excelente selecção. Adorei.
Vou arranjar algum tempo para ler os textos. Gosto das fotos. Parabéns.
Beijinho
Jorge

Mateso disse...

Emudeço perante o fluir da razão em voo de palavras.
A verdade existe porque ainda há quem viva. Porém , mais logo, quando os rios alagarem o leito em caudal suculento de cheias insufladas, aí os voos rasaram tão baixo, que o sentido da luva em mão segura se terá perdido...
Continue asorrir ...
Bj.

Presença disse...

Amor reparador esvoançante
.
.
.
voltei, aqui
.
bjo
boa semana

© Piedade Araújo Sol disse...

muito bonito, como já nos tens habituado.

obrigada pela partilha.

beij

O Profeta disse...

Continuas imensa...asas que voam no celeste...


Doce beijo

Madalena disse...

Mais uma vez muito obrigada amigos. Vocês estragam-me com mimos. lol

:)

Boa semana.

TCHI de Tchivinguiro disse...

E cada voo é único e irrepetível.

Gosto da melodia que colocaste no teu blog.

O Profeta disse...

Majestosa e altivamente submissa
Uma árvore curva-se à lagoa
Encontrei um arco-íris perdido na terra
Este canto não pára até que a alma doa


Convido-te a olhar os sentires que emanam do altar do Sol


Boa semana


Mágico beijo

Teresa Durães disse...

lindo como sempre!

Madalena disse...

TCHI de Tchivinguiro e Teresa- Mana, muito obrigada.

Profeta. Quando puder e a vista permitir passo a visitar os amigos de sempre.

Bjs a todos. :)

gabriela rocha martins disse...

há um amor imenso em cada palavra que teclas . não falo das entrelinhas

essas ,adivinho.as



.
um beijo ,quemadre