21/09/2008

redemoínho

foto by Floriana Barbu


hoje não sei palavras femiminas. não. não é isso - hoje não sei palavras de escrever. a maior parte são no feminino e não é o feminino que me enreda.

adormeci num limbo de imagens neutras e sonhei toda a virilidade do mundo numa noite.

escrevo palavras soltas. masculinas. decidi. junte-as quem souber. não estou para isso. não quero. não consigo. hoje. depois da noite que sonhei.

sei escrever -

homem
outono
mar
redemoínho
sexo
volteio
suor
grito
espasmo
beijo
desejo
prazer
cansaço
sono
despertar
recomeço
mergulho
infinito...

ufff!


a ordem é do vosso livre arbítrio.

eu hoje não escrevo. sinto.

quero. é quase outono. e é no outono que eu desperto. saio do calor dormente do verão para este tempo vivo. latejante. incerto. tempo de morrer para renascer. tempo de verbos sem adjectivo.

tempo de ti.

e... paro por aqui.


8 comentários:

Teresa Durães disse...

o outono como recomeço

batista disse...

mesmo sem tua "autorização", Amiga, tudo que escreves, nós, que te lemos (percebemos?!), terminamos por recriar... quanto mais agora, com teu incentivo! rss!!!

a sério: bom passear por tua escrita.

um abraço fraterno.

bruno mateo disse...

E, subtilmente, deixas-me a sonhar no feminino.
Beijo.

gabriela rocha martins disse...

......e agora

que faço eu com as palavras?

baralho ,corto e jogo.as sobre a mesa

algumas caem no chão

as outras ficam viradas ao contrário

retiro uma
volto.a

"RECOMEÇO"


[ eu sabia!............]


.
um beijo ,quemadre
,em grande

poetaeusou . . . disse...

*
folha caída,
no feminino . . .
,
jino,
,
*

claras manhãs disse...

Gostei das palavras
envolvem-me.

Horácio Salgado disse...

O homem na foto sou eu!
Bem... desculpe-me...

Madalena disse...

Obrigada a todas/os.

Para não fazer milagres com a vista recém operada só lá para o fim-de-semana os posso visitar.
Não comprem lentes Essilor, vêm de LOOOOOOOOOOOOOOOOOOONNNNNNNNGE lololol

Bjs