26/08/2008

à laia de um até já do qual não sei a idade


cito:





"A Terra não é nossa, foram os nossos filhos que no-la emprestaram" - Senghor




Image by pinoperrotta

9 comentários:

Menina_marota disse...

Aqui estou... a deixar-te um abraço e a esperar o teu regresso, porque a Vida é feita de ausências e regressos...
Bj

poetaeusou . . . disse...

*
non
,
léopold senghor,
o *francês* da Sorbonne,
que não resistiu ao
" vã prazer de mandar "
,
onchinhas,
,
*

aya disse...

Até já, Madalena!!

:o)

Mateso disse...

Até breve!
Bj.

Lumife disse...

Até sempre!


Beijos

Era uma vez um Girassol disse...

Já me habituei às tuas ausências...que felizmente são de pouca dura!
Também eu tenho andado ausente...contra a minha vontade.
Beijinhos da flor
Até já!

gabriela rocha martins disse...

emprestas.me aquilo que os outros te emprestaram?

.
.
.

emprestas.me a alegria da Escrita?

se a tua resposta for afirmativa ,então esperar.te.ei o tempo que quiseres ,porque ,mais cedo ou mais tarde ,voltarei a encontrar.te por aqui ... e sabes porquê?

porque há ausências que não o são .antes prenúncios de novos/outros trilhos

até logo ,quemadre


.
um beijo
[ ao virar a esquina ]

Carla disse...

e que verdade...
a aguardar o regresso
beijos

Madalena disse...

Minhas queridas amigas/os, obrigada pela presença e a espera.

Estou à beira de voltar.

Recomecei a ver. :)

Pelo menos meia etapa está vencida.

Vocês também me deram força.

Bem Hajam!

BFS