27/10/2008

pausa sem termo certo

image from imageshack.us.






há tempos para tudo na vida

para o silêncio sobretudo. até na escrita



13 comentários:

Lmatta disse...

volta
beijos

claras manhãs disse...

Sei bem o que isso é

Até breve

beijinho

Mateso disse...

"Uma vida é uma obra de arte. Não há poema mais belo que viver em plenitude."


(Georges Clemenceau)
Bj.

Madalena disse...

Obrigada amigos.

Preciso silenciar.

Há momentos em que o que se escreve num blog é sobre-interpretado. Sobre-direcionado.

Já lá vai o meu tempo de dar explicações.
Escrevo o que quero a pensar em quem penso.

Penso o que sinto mas, por hora, não tenho vontade de o deixar aqui.

Até breve.

gabriela rocha martins disse...

mas.....

por favor ,não demores!
gosto (MUITO) de te ter por perto quando volto.....


.
um beijo

maria josé quintela disse...

que esta pausa seja de tempo fértil.


um beijo.

D. disse...

Difícl combinar o silêncio das palavras no silêncio da noite. Muito difícil.

D.

croqui disse...

bom blog! belas fotos!

batista disse...

deixo um abraço fraterno e solidário. inté breve!

pin gente disse...

as pausas são necessárias. para respirar fundo sem fazer ponto final.
um beijo e bom descanso
luísa

Waft disse...

Já tropecei em mais blogs parados que lhes perdi a conta. Será o frio?

Madalena disse...

Mais uma vez muito obrigada.

Como digo acima não sei se me devia atrever a escrever sobre amor como tenho feito. Eu que afirmo ter-me "reformado" aos cinquenta anos, dos afectos.

Mas sem amor, morri.

Estarei viva ou sonharei que estou?

Bjs e bom Domingo.

Madalena Pestana

kris disse...

o silêncio pode ser tão ensurcedor...