27/12/2008

egolessness?




o que já não sou é que me fere
_______

um tempo. um saber. uma resposta

_______para tudo

o que me foge


mesmo que presa a ti

_______minha garra de amante


sei que parto

com a velocidade com que o sol

_______se foi


do meu rosto e da terra. hoje

*

nem as crianças me dizem

_______segredos maravilha


que me colem ao ainda por vir

_______

só tu podias devolver-me

a máscara de vida_______que uso

colada à face_______quando estás


só tu podias. podes._______Amigo

_______quererás?


8 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Temos que manter a todo o custo a "máscara da vida colada à face".
Mas...
Da certeza do ser, nada mais quero
que as incertezas da vida
que o Criador me legou,
já que a sorte só com trabalho
e nem Ele a saberá construir.

Gostei do teu poema, é excelente.
Óptimo 2009, beijo.

claras manhãs disse...

Egolessness?
Perder o ego, para mim é fundamental, embora talvez trabalho para uma vida...
mas fundamental, também, é gostar-se
O diacho é manter um e perder o outro
sorriso
BOM ANO DE 2009, Madalena

beijinho meu

quanto pesa o vento? disse...

um grande abraço de desejo de um ano de 2009 fantástico.

Betty Branco Martins disse...

.____________querida Madalena





_________a máscara que não se "pode" arrancar___________...









.______desejo a continuação de FESTAS FELIZES

.um ANO NOVO PRÓSPERO_____para si e para todos aqueles que lhe são queridos_________...




__________QUE SE DIGA NATAL TODOS OS DIAS!!!









beijO_______ternO

Cadinho RoCo disse...

O nosso poder sobre nós mesmos vai além daquele que acreditamos vir de outra pessoa.
Cadinho RoCo

Madalena disse...

Obrigada e Boas Festas a todos!

Por mim voltei ao trabalho. Quem tiver de férias aproveite-as bem. :)

Cadinho Roco, não me leve tão a sério. Intelectualmente sei que o escreveu é certo, os meus afectos é que insistem em impor-se ao racional e eu às vezes deixo. Nada de grave.

Passado o Natal e os demais festejos por obrigação como o Ano Novo e o Carnaval eu volto à possível seriedade.

Agora apetece-me Amar e... pronto.

Quero lá saber da razão ou do ego! ;)


Beijos a todos. Boa semana.

poetaeusou . . . disse...

*
a minha máscara,
desfez-se,
há muito, muito tempo,
olha,
e eu ralado . . .
,
jino, deixo,
,
*

Madalena disse...

Não te mascares nunca Nazareno. :)

A gente gosta-te como és.

Bom Ano Novo!

Bjs