16/12/2008

hoje. rio solto.



depois da queda livre que hoje vivo vou precisar ecrever. seja isso o que for.
passe ou não de um juntar letras a ____ sentir.

17 comentários:

Teresa Durães disse...

e na queda dos desesperos um mergulho na noite

adourotemateo disse...

Olá, Madalena!
Deixaste-me a pensar nas quedas livres.
E associei-as às de água... poderosas, imponentes, atraindo-nos para o abismo.
Será a liberdade ou a queda que nos magoa?
Um beijo libérrimo.

pin gente disse...

atiro letras num abismo. aguardo que caiam lentamente, com as leves folhas deste outono.
aguardo mais um pouco. salto! chegarei ao fundo no momento preciso. será quando as palvras se formam na escrita do vento e cairão nas minhas mãos vazias de letras.

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
em queda livre,
tambem me sinto, amiga,
com a agravante,
da crosta terrestre não me segurar,
,
livres conchinhas, deixo,
,
*

Madalena disse...

Passei por aqui só para agradece e deixar um beijinho aos amigos.
Problemas pessoais vão impedir-me muito possivelmente de escrever e visitar por uns tempos.

Até breve.

© Piedade Araújo Sol disse...

acho que de vez em quando andamos sempre em queda livre...

fica um beijo

Lmatta disse...

lindo
beijos

batista disse...

Feliz Natal, Amiga!

PiresF disse...

Bem, minha amiga, de qualquer forma desejo-te o bom Natal e um excelente Novo Ano, e que este traga a resolução de tudo o que te preocupa.

Enorme abraço.

Menina_marota disse...

Vim deixar-te um grande abraço e desejar-te o melhor Natal possível!

Beijinhos ;)

Lmatta disse...

Um Bom Natal
beijos

O'Sanji disse...

Votos de festas felizes!

Mateso disse...

Um Bom Natal e um Melhor Novo Ano com tudo de bom e sempre... a sentir, a sentir...
Beijinho

gabriela rocha martins disse...

atira as palavras às feras e espera.TE nesse nobilíssimo SENTIR


a guardo.TE em 2009,
com novas PALAVRAS

gabriela rocha martins disse...

quemadre,

esqueci.me de deixar.te

.
um beijo
[ agora saio ,antes que a carruagem vire abóbora e eu tenha que fazer o caminho descalça com este frio dos diabos... estás.me a ver, amanhã, cheia de frieiras nos pezinhos, não estás? ]

Madalena disse...

Obrigada Amigas/os.

Para além de um dos olhos ter reaberto uma ferida à laia de presente de Natal, o meu computador "apagou-se" e arranjar quem queira trabalhar em Portugal (ou Lisboa?) não é coisa fácil. :(

Felicidade para todos.

Hoje já consigo ler e passei a desejar-vos Boas Festas com um Ano Novo cheio de energia (para aturar o des-governo que por aí anda)

Beijos. :)

Madalena disse...

( por vezes adoraria poder contar-vos tudo sem metáforas. crescer é deixar de ser um livro Aberto?)