28/11/2007

Intervalo

at luminous-landscape.com

Nuvem Passageira

Eu sou só
E estou só
Só serei seu se for só
Eu sou só

Eu sou nuvem passageira
Que com o vento se vai
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai

Não adianta escrever meu nome numa pedra
Pois essa pedra em pó vai se transformar
Você nao vê que a vida corre contra o tempo
Sou um castelo de areia na beira do mar


lyrics by Karmak


"Estamos todos sós por baixo da nossa pele"

14 comentários:

ivone disse...

e só
de tão só


me canso
tanto


nota: relaxante reouvir enya.

Teresa Durães disse...

não acredito que assim que vim cá li pausa...

pausa na ansiedade, na irritabilidade e agressividade. a que preciso lololol

beijos

Metamorfose disse...

Lindíssima esta letra, lembro-me de uma altura que a ouvia muito, fruto de uma novela que já não me lembra o nome, nascemos e morremos na mesma solidão, não trazemos nem levamos ninguém, mas deixamos sempre a nossa marca em alguns, não interessa se a muitos mas sim como marcamos. Vim e volto em silêncio. Beijos grandes.

poetaeusou . . . disse...

*
mas . . .
pó condensado,
que resiste,
no vai e vem da nuvem,
,
xi
*

paper-life disse...

(eu bem digo, devia era escrever intervalos, apareciam os arredios lololol)

Bjinhos minha gente.

gabriela r martins disse...

e
depois

regressas breve

tá?

faz

sempre

muita

falta

a

tua

TUA

belíssima

escrita

.
.

um beijo ,quemadre!

_______________

que necessidade tens de citar os outros quando os ultrapassas?

_______________

até logo

paper-life disse...

Sempre exageradamente simpática, Quemadre. :)

Não costumo citar ninguém nos blogs com excepção de um ou outro verso a propósito. Aqui, por ser intervalo, aproveitei para responder a alguém que não lê o que aqui escrevo.

Olha... maluquices. lolol

Beijos.

PS - Volto quando tiver mais disparates para escrever. quando aparece a parlavra Intervalo, nunca fujo para longe.

(ainda estou com sequelas da gripe...)

myself disse...

Que imagem! a completar esta pele de solidão!

Era uma vez um Girassol disse...

Gripe? Eu também...
Então, minha querida Paper life, não estás só, na doença!
Já passou...mas deu que fazer!
Beijinhos

paper-life disse...

Melhoras Amiga. Também vou ver se acabo de "curtir" isto no fim de semana (já perdi 2 dias de férias e 2 fds) droga que tenho uma sorte!!!

Bjs :)

bettips disse...

Tem beijos para duas, ou três ou quatro... (e não peguem a gripe). Pois...intervalo, já tenho uns portões aqui de lado, para "apôr"!

Fuser disse...

Paper

Curiosamente existe uma banda chamada Karnak, de São Paulo. A banda faz sucesso internacional e é pouco conhecida no Brasil.
Seria a mesma da canção?
Se for me diz onde consigo a canção para ouvir, ok amiga?
bjs

della

paper-life disse...

Olá Bettips eu acho que abri os portões f«do blog e da gripe em recaída mas lá amos, Beijinhos.

Della,brazuquinha,não acredito que nunca tenhas ouvido esta música!!! Aqui sabe-se de cor e é vossa. Pesquisa pelo título ue encontras logo (preguiçosa que nem só ela! lol) Bjs

日月神教-向左使 disse...

.................................................
.