10/10/2007

uma pedra no caminho


    image by A.K. Sircar


    há uma pedra no caminho das águas.

    uma pedra que o tempo não desgasta ou pouco o faz.

    uma pedra que tenta impedir o rio de seguir o seu curso

    uma pedra.

    uma pedra negra de mentira negra-grande

    uma pedra no meio de águas claras.


    era urgente remover a pedra.

    eu podia fazê-lo. até eu podia atirar para o infinito a pedra

    a pedra da mentira. a pedra negra.

    mas não se deve alterar o futuro. não se deve mexer na criação

    e aquela pedra foi ali posta por algum motivo

    tem uma função única na terra (como tudo tem).


    a pedra da mentira nunca impedirá o rio de correr

    ele contorna-a e segue até à foz de si sem medo da mentira

    a mentira está lá para se distinguir da clara verdade da água.

    4 comentários:

    poetaeusou . . . disse...

    *
    alva pedra
    das águas separadora
    a mentira destapando
    descobrindo a verdade
    em águas clarificadas
    *
    ji
    *

    daniel sant'iago disse...

    Conheces as pedras parideiras?
    Não há pedras insensíveis...
    Beijo

    della-porther disse...

    a verdade é mais forte.sempre será.

    gostei imenso.


    della-porther

    Madalena Pestana disse...

    Obrigada pela troca, poeta. :)

    ---------
    Daniel, esta pedra só a escopro e martelo se abriria, acredita. :) Bj

    ---------
    Obrigada Della. bjinho